A MSI Marketing tem como mantra a expressão “Database for Business” e uma busca incessante por Business Leads visto que o propósito da MSI é: Conectar pessoas e empresas para a geração de negócios.

O nosso mantra é realizado permanentemente na construção, manutenção, atualização, coleta de novos atributos para o banco de dados, assim como na inovação em criar atributos de valor, como o Company Marketing Score – CMS.

A disciplina de Governança de Dados é aplicada tanto para o banco de dados da MSI Marketing quanto para os de nossos clientes. Sabemos que manter um banco de dados para negócios não é uma tarefa fácil! E isto não exige apenas uma estrutura, metodologia, tecnologia, mas disciplina e uma dedicação exclusiva tendo em vista que Dado é um Ativo.

Atualmente vivemos em um mundo com dados em abundância, onde Dado é Tudo e estamos conectados à internet com nossos celulares inteligentes, e outros equipamentos como os notebooks, Tablets, Pcs, etc… Por outro lado, colocamos nossos perfis em várias das mídias sociais, como por exemplo: perfis no Instagram, FB, Twitter, LinkedIn, e neles colocamos nossos dados, damos informações sobre o que estamos fazendo, do que gostamos, para onde vamos, com quem estamos indo, o que estamos comendo, de que evento estamos participando, etc…

O fato é que os profissionais de marketing B2B – Business to Business – não tem todas as informações sobre os tomadores de decisão, e não fazem o uso pleno de todas as ferramentas para gerenciar dados, ainda que a maioria das empresas tente limpar dados desatualizados, imprecisos e incompletos.

Aqui estão 9 dicas que irão ajudá-lo para melhorar o seu banco de dados na execução de negócios e impulsionar as suas ações.

  1. Data Quality (Qualidade de Dados)

Todos sabem que a qualidade de dados é fundamental em uma empresa, mas sempre a qualidade dos dados é questionável por quase todos. O problema é que embora os sistemas estejam disponíveis em quase todos os departamentos, ainda existem silos de dados e muitos deles ainda são utilizados em planilhas. Um Banco de Dados para ser Master tem que conter as informações relevantes, de acordo com critérios para que o dado seja um ativo e efetivamente tenha valor. Você deve seguir as boas práticas da governança corporativa de dados para obter maiores resultados para os seus negócios.

  1. Audite os dados dos clientes e leads

Crie uma imagem do seu banco de dados: Quais características eles possuem? Os contatos estão atualizados? Quais atributos das Empresas estão faltando? Quais leads tem mais propensão para os seus negócios? Quais sãos seus businesses leads? Você tem um marketing score? Você tem um lead score?

  1. Decida quais informações você irá coletar

O objetivo é construir uma imagem consistente de clientes e prospects. Você só deve coletar informações relevantes e úteis para o processo de vendas e marketing. Como por exemplo: a empresa pertence a um grupo? Quantas empresas este grupo possui, já comprou de mim? Porque as outras empresas não compram? Que influência uma empresa do grupo tem na outra…Note que um dado bem correlacionado tem influência nas informações e no processo decisório.

  1. Estruture os dados do seu negócio

Classificar as empresas em grupos e segmentos irá ajudá-lo nas campanhas de marketing e relatórios. A seguir, veja como é o fluxo e o ciclo de vendas. A maioria dos sistemas de CRM tem um método padrão para rastreamento de vendas.

Crie regras para que os dados sejam inseridos de forma consistente; sempre que possível, use menus interligados. Regras simples evitam descuidos tais como o tratamento entre Dr. e Doutora, Sr. e Senhora, etc…

  1. Amplie o seu Banco de Dados

O seu Banco de Dados pode ser ampliado da seguinte forma:

  • Comprando banco de dados de empresas especializadas
  • Tratando, de-duplicando, higienizando e enriquecendo com mais dados
  • Dados de interações de vendas e outras informações coletadas pela equipe de vendas
  • Dados gerados por campanhas, por exemplo, novas assinaturas para listas de discussão
  • Dados sociais (muitos sistemas de CRM permitem que você importe dados sociais, por exemplo, do LinkedIn e do Twitter)
  1. Preencha as lacunas

Empresas de dados especializadas oferecem um serviço onde terão seus números de telefone, contatos, números de funcionários, códigos SIC e e-mails embora este último seja geralmente genérico e mereça mais atenção.

Na nossa opinião, os melhores provedores de dados B2B são aqueles que construíram seu próprio Banco de Dados através de fontes primárias e fontes secundárias, sem a utilização de repasses de terceiros ou ainda da utilização de robôs na coleta de dados.

No entanto, até mesmo os melhores provedores de dados precisarão ser mais específicos de como coletam determinados atributos das empresas e/ou executivos das empresas e seguir as regras, políticas e boas práticas da coleta de dados.

  1. Desenvolver um programa de manutenção regular

Os dados de negócios podem se desatualizar à taxa de 30% ao ano ou mais, ou seja: se você não tiver verificado seus dados por 18 meses, é provável que esteja 45% com o BD desatualizado.

Na nossa experiência, os dados mal conservados são a maneira mais comum de sabotar o marketing deles. Sugerimos uma atualização contínua sempre que possível. Isso pode ser feito por telefone (interno ou terceirizado) ou por e-mail. Existem também várias aplicações que solicitam regularmente a atualização dos seus dados de contato.

Certifique-se de que você também tenha um método para identificar, enriquecer e de duplicar os dados.

  1. Faça o alinhamento entre vendas e marketing

Inúmeras empresas fazem uso de sistema de CRM e sabemos que é uma ferramenta essencial para integrar os processos de vendas e marketing. Se o sistema de CRM não estiver funcionando na sua empresa, então ele deve ser desenvolvido e implementado. Olhando para além dos sistemas, a proliferação de mídias sociais é uma realidade a ser considerada. É mais importante do que nunca que as equipes de vendas e marketing trabalhem com o objetivo comum de encontrar, manter e reter clientes lucrativos.

  1. Gerencie os dados e relacionamentos com clientes

Se os clientes e leads são a força vital do seu negócio, então um bom banco de dados de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) deve estar no centro de seus planos de crescimento. Os bancos de dados de CRM com todos os recursos são geralmente poderosos o suficiente para armazenar e processar tudo, desde detalhes de contato do cliente até novas perspectivas, leads e oportunidades de negócios. Alguns sistemas de CRM também podem ajudá-lo a executar e rastrear campanhas de marketing, como relatórios e painéis informativos que são disparados por e-mails através das regras de negócios.

A MSI Marketing possui um Banco de Dados para negócios com mais de 50mil empresas e +170mil Executivos, onde as Top Companies se destacam para Business Leads com as empresas das 1000 Maiores, Agronegócios, Inovadoras, Middle Market, Comércio, Bilionárias e o DB_Master.

Fale com a Equipe da MSI Marketing para ajudar você na geração de oportunidade de negócios, governança de dados e automação das ações de vendas marketing.

Se você não viu os nossos posts da Série Dados é Tudo, clique aqui que você encontrará os mesmos.